Tecendos destinos em uma manhã na Moara

Uma semana fria em Brasília, que culminou com uma quinta-feira de sol, foi o convite para  os alunos do quarto e do quinto ano da Moara saírem das suas salas e dividirem o parquinho com o Jardim de Infância. Cadeiras em círculo e mãos trabalhando com a agulha grossa, que enfrenta o tecido encorpado da talagarça. É o desafio do ponto cruz.

“É nessa idade que a criança se percebe como um ser único, diferente do mundo lá fora. Eu sou eu, o mundo é o mundo, a mãe é outra pessoa, o pai idem. (…) Por isso, o comportamento infantil se alterna em atitudes ambivalentes e inconstantes. O que numa hora é maçante, noutra pode ser excitante. Na verdade o que a criança quer mesmo é ter novas experiências.” (Trevisan, H. Filhos felizes na escola)

“Quando a criança tiver chegado entre o 9º e o 10º anos de vida ela pode, então, pela primeira vez, diferenciar-se de seu meio ambiente. Em verdade somente nesse momento surge realmente a diferença entre sujeito e objeto: sujeito = o si próprio, objeto = o outro. Podemos então começar a falar de coisas exteriores. Anteriormente, tínhamos de tratar as coisas exteriores como se elas fossem, em verdade, unidas com o corpo da criança. ” (Rudolf Steiner)

As crianças estão tecendo o fio do aprendizado delas. É o cenário no qual terá lugar o desabrochar da criança e o desenvolvimento das capacidades necessárias à sua harmonia. É o momento no qual cada aluno também poderá exteriorizar suas habilidades individuais, a concentração e o envolvimento com o ato de fazer.

A atividade artística na Escola Waldorf não pretende formar artistas ou artesãos, é um modo de vivenciar processos, de avançar por etapas em um desafio ou uma proposta.

O objetivo do trabalho manual é educar o sentimento, o pensamento, a capacidade de agir. A criança aprende a construir algo com as próprias mãos e nesse aprendizado  aprende também a cultivar a perseverança, a coordenação motora e o senso estético.  Com as mãos e pensamento envolvidos com a matéria, ou seja, a linha, o tecido, agulha, o aluno tem uma autêntica relação com o mundo real.

Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em Escola e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s