Orquestra da Escola Moara estreia em Brasília

A Orquestra da Escola Moara fez a sua primeira apresentação no dia 17 de junho, domingo, com um concerto que reuniu alunos, ex-alunos e convidados  no pátio da escola. O espetáculo começou às 17hs com a exibição de duetos e quartetos de músicas antigas e clássicas interpretadas pelos jovens violinistas. Em seguida aconteceu uma degustação de tortas com suco e café, para então dar início à exibição do trabalho que os alunos das professoras de violino Esther Chung e Priscila Petrucci prepararam.

Desde o início do primeiro semestre de 2012 a Escola Moara abriu suas portas para as aulas de violino no período da tarde. E o interesse das crianças – e dos pais, que devem participar das aulas – tem aumentado cada vez mais. Todo o cuidado com a decoração, o figurino e os ensaios refletem o compromisso da Orquestra Moara em realizar uma formação musical sólida e esteticamente estimulante. Nessa estreia a prof. Beth Ossege atuou como regente e o prof. Claudio comandou a percussão, demonstrando como é importante a doação de talentos para o crescimento e desenvolvimento da escola e seus alunos.

As aulas de violino na Moara seguem o Método Susuki, que se adapta bem à pedagogia waldorf porque, segundo Susuki,  “a arte não é algo que está acima ou abaixo de mim, a arte é ligada à minha essência mais profunda”. 

Susuki considerava o aprendizado da música o equivalente ao conhecimento da “língua materna”, demonstrando que era possível ensinar a música a uma criança assim como a mãe ensina a falar. Do mesmo modo que uma criança aprende a falar escutando e repetindo inúmeras vezes as mesmas palavras, assim ele vai aprender a tocar escutando e repetindo continuamente um fragmento musical, um ritmo, uma melodia, que os próprios pais, orientados pelos professores, vão propor durante o dia à criança até que aquela música se torne familiar.

Assim a música começará naturalmente a fazer parte da vida da criança e da sua família, se transformará em um “método de vida”, através do qual será construído o caráter, será cultivado o bom gosto e serão desenvolvidas as boas maneiras. Os alunos aprendem a se relacionar com os outros respeitando as regras, mas também valorizando a sensibilidade e a diferença.

Por isso no método Susuki é importante a inserção do aluno na orquestra. Em comunidade criança pode se confrontar com os seus companheiros, compreendendo de forma concreta o próprio papel dentro do grupo, o estilo pessoal, a capacidade de estar e fazer com os outros sem renunciar a ser, como diria Susuki, “profundamente si mesmo”.

Toda a comunidade Moara dá boas vindas à Orquestra da Escola Moara!

 

Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em Apresentações e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s