A história de Sadako

UM GESTO DE AMOR, ESPERANÇA E PAZ

Quando lançaram a bomba em Hiroshima, Sadako Sassaki estava para completar 10 anos. Aparentemente ilesa, escapou com a mãe e o irmão mais velho. Na fuga foram encharcados pela chuva preta radioativa que caiu ao longo do dia.

Até a idade dos 12 anos, aparentava estar normal, uma menina saudável. Estudava e brincava como outras crianças, e uma das coisas que mais gostava era correr. Destacava-se nas corridas do colégio, quando de repente começou a sentir tonturas. Não disse a ninguém, achou que poderia ser um desgaste provocado pelo exercício.

Certa manhã, ela sentiu-se tão mal que caiu e ficou estendida no chão, tiveram então que levá-la para um hospital da Cruz Vermelha. Sadako estava com leucemia, o câncer no sangue, agora chamado de “doença da bomba atômica”. Outras crianças de Hiroshima começaram a apresentar os mesmos sintomas decorrentes da radiação recebida pela descarga da bomba. Quase todos morriam e Sadako ficou assustada, pois não queria morrer.

Quando Sadako estava no hospital, uma amiga trouxe-lhe alguns papéis e dobrou uma garça “tsuru”. Disse que este pássaro era sagrado no Japão, que vive mil anos e tem o poder de conceder desejos. Se uma pessoa dobrar mil tsurus (Senbazuru) e fizer o mesmo pedido a cada um deles, seu pedido será atendido. Sadako começou então, a dobrar tsuru e pedir para sarar, porém sua enfermidade se agravava a cada dia. Sadako então desejou pedir para a paz mundial e disse: “Eu escreverei paz em suas asas e você voará pelo mundo inteiro”.

Sadako dobrou 964 tsurus até 25/10/1955, quando morreu. Seus amigos dobraram os tsurus restantes a tempo para seu enterro. Mas eles queriam mais, desejaram pedir por todas as crianças que estavam morrendo em conseqüência da explosão da bomba atômica, então formaram um clube pela paz e começaram a pedir recursos para um monumento.

Estudantes de mais de 3.100 escolas no Japão e de 9 outros países contribuíram, e em 5 de maio de 1958 o Monumento da Paz das Crianças foi inaugurado no Parque da Paz de Hiroshima.

Todos os anos pessoas do mundo inteiro enviam Tsurus de origami para o parque. As crianças desejam espalhar a mensagem esculpida à base do monumento de Sadako:

“Este é nosso grito

Esta é nossa oração:

Paz no mundo.

Sadako, onde você estiver,

saiba que sua mensagem

está sendo conhecida no mundo todo,

e esperamos que seja cumprida”.


Contribuição de Lucila (Clara Rocha – 4º ano) – Informativo Moara 2005

Anúncios

Uma resposta para A história de Sadako

  1. muito louco que vc contou me ajadou +

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s